Monday, March 13, 2006

presto a minha devoção à primavera

chegou o tempo da manga curta
de arrumar o ventilador de ar quente,
de trazer do mofo as saias
de guardar cachecois, gorros e luvas

chegou o tempo dos cheiros acres
das flores quase a abrir
e com ele, as paixões novas,
por estrear (ou repetir)

a partir de agora
contagens decrescentes para
- os jacarandás, as cerejas, os figos
- os primeiros banhos - de mar, de sol, de lua
- dormir nua, andar descalça na cozinha, não usar secador
- mudar a hora e ser sempre cedo

1 comment:

joana said...

beber cervejas na rua, dançar ao luar, levar vestidos leves para a noite quente, lamber o sal que fica na pele...está quase!